A expectativa das maiores redes de varejo brasileiras é que, em 2018, 2300 novas lojas sejam abertas. Serão pontos de vendas menores, ancoradas em sistema de gestão com custos inferiores aos tradicionais, e que comercializam produtos mais em conta.

De acordo com especialistas, essa nova fase de expansão é generalizada em todos os setores do varejo.Um dos destaques está no varejo alimentar. Desde o início da crise, o modelo de loja que mais cresce é o chamado atacarejo, mistura de atacado com varejo, cuja estrutura de baixo custo permite a venda de produtos mais baratos.

GRANDES FORMATOS
Via Varejo – 80 lojas
Renner – 70 lojas
Decathlon – 4 lojas

FOOD SERVICE
Madero – 50 restaurantes
Bob´s – 100 lojas
Pizza Hut/KFC – 100 lojas

Todos os detalhes em Folha de São Paulo

error: Conteúdo protegido de cópias!!